(Post meu de Maio/18, no Instagram e Face):

Check-Up – Minha opinião é que todo mundo precisa, regularmente mas malfeito mais atrapalha que ajuda! Explico:

Cada médico pode conduzir suas avaliações em consultório, seus “CHECKUPS” como quiser (não há padronização por entidades oficiais para isto) MAS entenda que, justamente por isto VOCÊ pode ter grande diversidade destes em termos de QUALIDADE da avaliação médica. Alguns fatores para você considerar:

1 – Quando especialistas conduzem seu Checkup muitos tendem a avaliar com mais interesse/detalhe aspectos do corpo relativos às suas áreas de atuação, o que muitas vezes deixa as demais partes do organismo “mal avaliadas”;
2 – Uma avaliação “ruim” pode ser aquela conduzida erradamente, de forma incompleta (por exemplo, menos perguntas ou exames que o necessário para concluir adequadamente sobre o caso do paciente), que “subvalorize” o que seja encontrado (“isto não é nada”, “só observar”, etc) ou que pouco informe adequadamente ao paciente sobre os achados – A maioria dos “checkups que já recebi no consultório definitivamente não foi bem realizada, já que pareceram ter sido obtidas por anamneses curtas/resumidas/objetivas demais (perguntas que o médico faz para obter a História Clínica do paciente) e pouquíssimos exames (em sua maioria insuficientes para investigar direito o paciente e suas queixas).
3 – Se Saude é “#BEMESTAR de #corpo + #mente + #espirito + #social”, realmente não acredito que um checkup geral que não avalie minimamente tudo isto seja realmente completo e adequado (para nem tudo em #Medicina há exames mas decerto há perguntas e respostas possíveis!).
4 – Todo organismo vivo também tem inúmeros processos físicos e/ou químicos e/ou biológicos ocorrendo simultaneamente e por isto uma avaliação realmente completa do paciente tem que contemplar o máximo destes (que sejam relevantes);
5 – Um órgão ou sistema (conjunto de órgãos) pode ser avaliado basicamente pela sua composição (Anatomia) e funcionamento (Fisiologia) e não necessariamente a alteração em um destes leva a “problemas” no outro, por mais que na maioria das vezes estejam associadas;
6 – Se um profissional de #Saude, após seu checkup, te diz que “está tudo bem” mas isto é falso (não diagnosticou, não valorizou ou não detectou a gravidade apropriadamente), VOCÊ pode perder o momento de tratar algo enquanto está no começo e potencialmente ainda menos complicado (e ainda curável, muitas vezes): por isso você realmente precisa avaliar se conclusões como “você não tem nada” ou “nada foi encontrado” ou “está tudo ok” parecem realmente acertadas pelas perguntas e exames que o profissional que você escolheu fez;
7 – O paciente que “acredita que está tudo bem” costuma concluir que seu Estilo de Vida ATUAL está bom, adequado, saudável e muitas vezes passa a desconsiderar o momento, estratégias e chances de efetivamente PREVENIR de verdade, tratar e viver melhor.

Entenderam?
Resumindo, na minha opinião, um bom checkup geral deve ser mais completo, com mais perguntas (diversificadas e aprofundadas) e mais exames (que os escassos habitualmente pedidos “por aí”) – Por tudo isto neste Domingo, 20/05 às 20:30h no Facebook.com/DrIcaroAlves vamos conversar sobre CheckUp e como deve ser conduzido (minha opinião médica). Certo? Até lá!

Marque abaixo seus convidados e aguardo seus compartilhamentos e comentários.

Boa semana!

Ícaro Alves Alcântara
Médico, Professor e Palestrante
Especialista em Homeopatia
Atuação em Estratégia Ortomolecular em Medicina, Qualidade de Vida, promoção de Hábitos Saudáveis e Estilo de Vida.
Terraço Shopping – torre A – sala 317 – Brasília – DF (61) 96467775 e 32349069 (Também contato para palestras, cursos e eventos)
Instagram.com/DrIcaroAlves
Facebook.com/DrIcaroAlves
11 Hábitos em 11 Semanas (nas principais livrarias, também virtuais)
Ebook para download: Bit.Ly/11Habitos
App gratuito para celulares e tablets: Gerenciador Saúde Dr. Icaro
YouTube.com/DrIcaroAlves (centenas de vídeos para você, em Saúde)
www.icaro.med.br/Palestras
Acesse:
www.icaro.med.br/SAUDE
www.icaro.med.br/DegrausDaSaude
www.icaro.med.br/60Dicas

Comments

Leave a Comment