Ortomolecular – Entenda mais sobre suas bases, princípios e usos

Ortomolecular – Entenda mais sobre (resumidamente)

 

Último vídeo sobre, de Maio/19:

Ou no face:

 

*Para conteúdo ainda mais ATUALIZADO sobre o assunto, acesse:

www.icaro.med.br/?s=ORTOMOLECULAR

e

www.icaro.med.br/EstudeOrtomolecular:

Prática ORTOMOLECULAR em Medicina – Estude-a e beneficie-se

 

Todos os dias a mídia noticia alguém que perdeu peso ou “curou-se” de alguma doença através da ortomolecular. Destarte, os muitos efeitos benéficos desta abordagem da saúde já são de conhecimento de muitos mas poucos sabem exatamente o que ela é ou como atua.

Também chamada de medicina biomolecular ou Oxidologia, visa avaliar quais nutrientes (vitaminas, minerais, ácidos graxos ou aminoácidos) possam, eventualmente, estar em falta ou em excesso no organismo humano por alteração de sua produção, absorção ou excreção e corrigir estes distúrbios.

Segundo o dicionário Houaiss: É a forma de medicina “que se baseia na teoria segundo a qual as doenças, inclusive as mentais, podem ser curadas pela restauração dos níveis ideais de substâncias, como vitaminas e minerais, presentes no organismo”.

Como funciona

Conforme já introduzido acima, a ortomolecular trata os distúrbios do corpo e da mente por acreditar que em grande parte eles são causados ou piorados por carências, intoxicações ou ação dos radicais livres. Assim sendo, em segunda análise, a ortomolecular ajuda dando condições para o corpo e a mente reagirem às diversas agressões que sofrem, possibilitando ou melhorando a ocorrência dos processos imunológicos e de reparo, sobretudo.

Mas o que são radicais livres? São átomos ou moléculas, advindas do meio externo (Poluição, stress, fumo e até alimentos, por exemplo) ou produzidas diariamente pelo próprio organismo que, por estarem “incompletos”, combinam-se avidamente com as várias estruturas celulares do corpo (Buscando “completar-se” e assim atingirem estabilidade) causando sua destruição e, conseqüentemente, enfermidades e envelhecimento precoce. Entre as várias doenças que a ciência já sabe terem importante participação dos radicais livres na sua gênese estão o câncer, doenças reumáticas (Artrites, Lupus, etc), enfisema e doenças cardio-vasculares.

Resultados

Em síntese, a medicina Ortomolecular possibilita combater as intoxicações (Ou seja, excesso de substâncias), compensar as carências (Suprindo o organismo com substâncias que lhe estejam faltando) e neutralizar os radicais livres. Por tudo isso, quando criteriosamente utilizada, proporciona melhor qualidade de vida e ajuda na prevenção de agravos à saúde.

É utilizada como parte importante das práticas em Medicina Integrativa por contemplar o organismo como um todo que deva ser encarado e funcionar como tal, em harmonia.

Consulta

Qualquer médico pode utilizar a ortomolecular, desde que sua abordagem do paciente envolva os 3 “pilares” discutidos acima. Mesmo porque “ortomolecular” é mais uma filosofia em Saúde que uma especialidade propriamente dita.

Habitualmente uma consulta em ortomolecular é mais demorada que uma tradicional e demanda vários exames, alguns especiais e destarte em sua maioria não realizáveis em laboratórios convencionais ou cobertos pelos convênios.

Os exames são quase sempre fundamentais para uma adequada abordagem ortomolecular da saúde.

* A prática Biomolecular (ortomolecular) não é reconhecida como especialidade pelo Conselho Federal de Medicina, mas como abordagem de valor para a medicina, conforme dispõe a RESOLUÇÃO CFM nº 2004/2012 – Ortomolecular e Biomolecular

 


 

Outros vídeos meus sobre Ortomolecular:

 

Atualizações do último Congresso de Prática Ortomolecular em Medicina (2019):

ou em (Face):

 

 

 

 

 

Comments

Mostrando 34 comentários
  • dr.icaro
    dr.icaro
    Responder

    Olá Elizabeth

    1 – Anfetaminas NÃO fazem parte de qualquer tratamento dentro dos princípios da ortomolecular; pode até ser uma prática associada mas foge à base natural da orto.

    2 – O ideal é avaliação pormenorizada do paciente antes de prescrições, ou seja, sugeriria que você tirasse suas dúvidas com seu médico, até pelo “estilo” do mesmo (segundo o que você informou) ou buscasse “segunda opinião” por outro profissional…

    Um abraço

    Ícaro

  • Avatar
    Rosemeire
    Responder

    olá tenho deperssão a um bom tempo de 2 anso para cá piorou já tomei de tudo da medicina convencional,posso encontrar a cura no ortomolecular.

    Atencioamnete,

    Rose

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Rosemeire

      Pode ser que a ortomolecular ajude na cura (que passa sobretudo pelo tratamento das causas-base do distúrbio) mas nada pode ser dito com a devida propriedade antes de avaliação cuidadosa do seu caso.

      um abraço

      Ícaro

  • Avatar
    GILMAR CARVALHO DUTRA
    Responder

    OLÁ!
    TENHO UMA FILHA DE 13 ANOS, QUE TEM INFLAMAÇÃO IDIOPÁTICA DE ÓRBITAS, QUE É UMA DOENÇA IMUNOLÓGICA, ELA TEM SE TRATADO A QUASE DOIS ANOS COM CORTICÓIDES E IMUNOSSUPRESSORES MAS NÃO ESTÃO DANDO RESULTADO. OUVI FALAR SOBRE A ORTOMOLECULAR. SERÁ QUE NO CASO DELA, PODE AJUDAR?

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Gilmar

      Acredito que sim mas sua pergunta só pode ser respondida com a devida propriedade após avaliação em consultório, detalhada, por profissional competente.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Eva
    Responder

    oLÁ, TENHO 41 ANOS, DESDE OS 30ANOS COMECEI A PERDER PESO ESTOU COM 36 KG, A MEDICINA ORTOMOLECULAR PODE AJUDAR A GANHAR PESO, JÁ PROCUREI VÁRIOS TRATAMENTO MAS NADA DÁ CERTO.

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Eva

      Acredito que possa ajudar, sim, mas só é possível responder com a devida propriedade após avaliação detalhada do seu caso e exames completos.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Vera Lucia
    Responder

    Olá Dr Icaro, tenho um filho autista de 13 anos que tem quase todas as esteriotipias da síndrome autista, além disso é muito agressivo, quebra tudo que encontra e se auto agride, bom, a duas semanas atrás ele teve uma infeção e foi tratado com AXETILCEFUROXINA de 500mg duas vezes ao dia por 14 dias, durante o tratamento ele se transfomou, parou de quebra as coisas, ficou muito calmo, perdeu as esteriotipias, passou a olhar nos olhos e até tentou falar pois ele é não verbal, quando e tratamento acabou ele voltou ao “normal”, ou seja, voltou a fazer tudo que fazia antes, fiquei muito intrigada e fui procurar na Internet algo sobre o assunto e encontrei alguns artigos que falavam sobre crianças autistas que tinham melhora temporária com uso de antibióticos por terem em seu intestino uma bactéria que liberaria toxinas que iriam para o cérebro e causariam os distúrbios, procurei então sabe que especialista deveria procurar e o mais indicado era o ortomolecular, por isso estou aqui lhe relatando este caso para que o senhor possa me dizer se conhece estes fatos por mim relatados e se a especialidade que devo procurar é esta mesmo.
    Desde já obrigada pela atenção, tenha uma ótima tarde.
    Vera Duque.

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Vera

      Não conhecia estes fatos mas acredito que a orto, efetivamente, possa ajudar sim MAS tal opinião comente poderia ser emitida com a devida propriedade após análise pormenorizada do caso.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Mery
    Responder

    Olá, tenho alopecia areata , e meu caso ja está bem avançado, ja tratei durante bastante tempo com corticóides, mas ja não posso mais continuar com eles , pois ja estou com uma dose grande de corticóides no meu organismo, e estou careca uns 98% da cabeça, será q um tratamento ortomolecular me traria a cura?

    Att, Mery

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Mery

      Na minha opinião NADA em Saúde pode prometer cura, já que cada organismo tem suas particularidades e muitas vezes pode responder a um tratamento de forma BEM diferente do esperado, para melhor ou para pior; e sobretudo à distância, sem ter ciência da história completa do paciente e de exames pormenorizados, procuro evitar falar em garantias de sucesso de tratamentos. MAS o que minha experiência diária ao longo de mais de 13 anos de Medicina tem demonstrado é que a associação “Hábitos Saudáveis de Vida – Ortomolecular – Homeopatia – Fitoterapia – Modulação hormonal bioidêntica” (e afins, quando necessários, caso a caso) tem ajudado a tratar com resultados positivos as mais diversas condições em saúde, psicoemocionais, mentais ou físicas, sempre que o paciente faz a sua parte e melhora seu cuidado regular consigo mesmo.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Denise Garcia
    Responder

    Olá, Dr. Ícaro!

    Quero saber se a ortomolecular tem algum tratamento alternativo para as doenças auto-imunes que afetam os olhos (ex: Sindrome de Vogt).
    Obrigada

    Denise

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Denise

      A ortomolecular oferece auxílio e tratamento às doenças auto-imunes em geral e decerto pode ajudar quando ocorrem nos olhos mas eu particularmente não tenho experiência no tratamento da síndrome citada.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Denise Garcia
    Responder

    Obrigada, dr. Ícaro!

  • Avatar
    Tathiana
    Responder

    Olá Dr.. Tenho 24 anos e ultimamente minha memória está muito ruim. Ando muito esquecida, e coisa de um dia para o outro. Gostaria de saber se ortomolecular pode me ajudar.

    Obrigada!

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Tathiana

      Sim, pode ajudar. Até porque memória ruim é freqüentemente causada ou piorada por hábitos de vida ruins ou carências de nutrientes ou intoxicações, coisas em que a orto normalmente atua.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Adriana
    Responder

    Existe alguma ligação com a medicina ortomoleular e o tratamento para emagrecer com HCG? Ambos podem se complementar no processo de emagrecimento?

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Adriana

      Sem dúvida… É o que muitos médicos e eu fazemos em consultório…

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Camila
    Responder

    Boa Noite Dr.Ícaro

    Tenho hipotireoidismo à 8 anos e foi após o nascimento da minha filha. Tomo synthroid de 200mg ao dia. Acontece que de uns anos pra cá, talvez 3 anos, eu tenho engordado muito e faço a dieta paleolitica (http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/dieta-paleolitica.html) desde 26 de maio de 2013. Não emagreci uma grama, pelo contrário, eu engordei 3 kilos. Estou desesperada pois estou pesando 91,6 kg.Estou 25 kg acima do peso. O sr sabe se a ortomolecular pode ajudar a controlar meus hormônios e posso esperar uma melhora? Emagrecer talvez? Att Camila

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Camila

      Acredito que possa ajudar, sim, já que provavelmente você tem distúrbio em outros fatores, como outros hormônios, neurotransmissores, baixa conversão de T4 em T3, etc.

      Boa semana

      Ícaro

Deixe um Comentário

Enviar

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

pt Portuguese
X
%d blogueiros gostam disto: