Antes dos Remédios – O que fazer para não precisar (ou menos) deles

Hábitos Saudáveis

Remédios estão associados a tratar Doenças. Quando o objetivo principal é SAÚDE, sugiro você colocar ISTO como o principal:

SAÚDE, em 2020 e sempre

*É claro que isto também é o fundamental para que qualquer medicamento efetivamente funcione; afinal, remédios só “ajudam” um organismo que tem condições de auto-reparar-se: de outra forma não têm como atuar adequadamente e aumentam as chances de efeitos adversos


Se você tem SAÚDE possivelmente você não precisa de remédios (ou precisa pouco) e sabe que para mantê-la eles NÃO são peças fundamentais: SAÚDE de verdade é baseada sobretudo em bom auto-cuidado, no máximo possível de Hábitos Saudáveis de Vida (aprenda BEM sobre eles aqui).

Para quem tem sintomas e doenças, entretanto, uma pergunta: por que quando a maioria das pessoas adoece já pensa logo em “qual remédio tomar para ficar bem”? Por que já entendemos  medicamentos e tratamentos como necessários para a recuperação de saúde, antes mesmo de buscarmos entender onde NÓS podemos, eventualmente, estar errando? Exatamente para quem os remédios podem fazer bem e por que tantas vezes “fazem mal”?

Antes de assistir a esta palestra é importante que você entenda que, quando falo sobre remédios, gostaria de reforçar que não condeno a eficácia quando a prescrição é fundamental. Sou contra o abuso e o uso desnecessário, onde os medicamentos são usados sem tratar a causa, sem mudanças nos comportamentos e hábitos. Lembrando que tratar sintomas não elimina a ‘doença’.

Assim sendo, assista ao “trailer”, que sintetiza os principais pontos da palestra.

Posteriormente, não deixe de assistir à palestra completa: tenho certeza que mudará seu conceito de saúde-doença-remédios, possivelmente para o que seja realmente melhor e mais saudável para você e seus entes queridos.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *