Concurseiro: bons hábitos de vida podem, SIM, te ajudar a PASSAR

 

Sejamos francos: se você está lendo este texto é porque espera dicas realmente úteis e práticas que te ajudem a passar no concurso dos seus sonhos, certo? Objetivamente, portanto, seguem as principais que acredite: junto a muito estudo, é claro, realmente funcionam:
1 – Leia (e coloque em prática) este conteúdo aqui.
2 – Adote e mantenha, sempre, HÁBITOS SAUDÁVEIS DE VIDA (clique aqui)
Não entendeu a segunda dica muito bem (não deve ter acessado o material do link acima ainda…)? Explico:
Para estudar direito e PASSAR nas provas, você precisará sempre do melhor funcionamento cerebral possível e para isso seu cérebro necessita de, obrigatoriamente, receber sangue suficiente, continuamente, com BOA quantidade de água, nutrientes e oxigênio; em outras palavras, se meramente UM destes “combustíveis” faltar o seu cérebro “entende” que não tem condições mínimas para funcionar e daí comanda seu metabolismo para tornar-se lento até que você supra a carência em questão (para entender melhor a noção de metabolismo – busque aqui); E o resultado disto é simples: baixo metabolismo = processamento mental lento e insuficiente = baixa produtividade nos estudos e na hora da prova = VOCÊ NÃO PASSA!
De forma simples, portanto, creio que você já entendeu que se não tomar água direito (mínimo de 3 litros bem distribuídos ao longo do dia), não alimentar-se direito (quantidade, qualidade e regularidade adequados), não respirar direito (sugiro que aprenda técnicas de respiração, via meditação, Tai Chi, Yoga, Lian Gong ou similares OU que simplesmente expire e inspire profundamente várias vezes por dia) e não tiver boa circulação sangüínea (o que só é possível em quem toma água adequadamente E exercita-se regularmente) NUNCA terá um “funcionamento cerebral PREMIUM”: isto é Fisiologia pura e comprovada, ou seja, só não aceita quem não quer…
Mas e os demais hábitos de vida nesta história toda: em que, afinal, são importantes? Vejamos:

– Fibras

São fundamentais para um bom funcionamento intestinal (manter limpo e saudável), ou seja, para que os intestinos possam absorver os nutrientes dos alimentos e os suplementos que você ingerir. Sem 25 a 35g delas em sua dieta, diariamente, você corre o risco de não absorver direito nem os carboidratos da dieta, que são os principais combustíveis do cérebro.
– Sono

Você só fixa memórias, faz relações entre o conteúdo estudado (de forma que fique melhor acessível) e recompõe-se para ter bom desempenho no dia seguinte (que, até você passar, será sempre de muito estudo, certo?) se dormir direito: por exemplo no escuro, no silêncio, devidamente hidratado e alimentado, em bom colchão e travesseiro, etc. Se você “forçar demais a máquina” (estou falando do seu organismo, em especial do seu cérebro) sem dar-lhe o devido descanso para que ela possa “esfriar”, ela pode quebrar-se e levar um bom tempo para recuperar-se e com isso naufragarem seus sonhos de uma carreira pública estável: nunca se esqueça disto.
– Consultas médicas, nutricionais (e demais eventualmente necessárias) regulares

Experimente estudar e fazer provas DOENTE e depois me diga se teve a produtividade que esperava… É claro que NÃO; então entenda que o acompanhamento com os profissionais de saúde certos faz toda a diferença, desde bem antes do seu período de estudos e das suas provas: pelo auxílio na prevenção de doenças, detecção e tratamento precoces das mesmas (quando necessárias) ou mesmo pelo auxílio para otimizar sua produtividade e resultados.
– Excessos e intoxicações

TUDO que sobrecarregue seu organismo demandará dele energia extra para lidar com esta sobrecarga e suas conseqüências, até sanar o problema; e adivinhe de onde virá esta energia? Do precioso estoque que você mais que necessita para estudar e “dar aquele gás” nos estudos e nas provas… Ou seja: excessos de estimulantes, álcool, cigarros e similares sempre diminuirão sua performance.
– Pensamento e postura (ação) positivos

Se você já está fazendo, realmente, tudo o que está ao seu alcance para atingir um objetivo, não é razoável que acredite que tem as melhores chances possíveis de DAR CERTO? Ademais, estudos clínicos já demonstraram que pensamentos negativos recorrentes têm potencial importante de prejudicar o desempenho neuro-psico-emocional.
– Stress

De longe, o pior inimigo de todo concurseiro e possivelmente o mais mal administrado. Aqui não há “fórmulas mágicas” e em muitos casos a melhor opção é buscar apoio psicológico (habitualmente muito efetivo), mas sempre ajudam: planejamento adequado (e disciplina: concurseiro que não segue rotina cuidadosamente arquitetada e executada raramente passa), evitar “tempestades em copo d’água” (a energia que você gasta superdimensionando problemas freqüentemente faz falta para manter bom processamento mental nos estudos), focar na ação (pautada no planejamento bem feito) e não nos problemas e manter atividades de lazer REGULARES (não é porque você “está concurseiro” que deixou de ser um ser humano que, como tal, também precisa de real relaxamento periódico).
Abraço e tenho CERTEZA que estas dicas vão ajudar: faça o teste! Bom proveito e boa sorte
* Para os mais curiosos quanto a se “tudo isto realmente funciona”, SOU concursado…** Isto tudo serve NÃO só para “concurseiros” mas para qualquer pessoa que esteja interessada em obter e manter boa produtividade e resultados também na vida profissional, cada vez mais competitiva e pautada em cobrança constante de performance e resultados.
Ícaro Alves Alcântara

Comments

Deixe um Comentário

Enviar

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

pt Portuguese
X
%d blogueiros gostam disto: