Dosagem de hormônios na saliva – Tire suas próprias conclusões

Artigos Dica do Ícaro Hormônios Perguntas e Respostas Saúde

Coleta salivaMais uma vez, meu intuito com este artigo é apenas que você, leitor, forme sua própria opinião MAS com o devido embasamento, ou seja, após analisar criticamente informações “de ambos os lados” envolvidos na questão; o que você decidir, é direito SEU já que vai impactar mesmo é na SUA saúde!

Já há algum tempo percebi que no Brasil a grande maioria dos laboratórios realiza na saliva somente a dosagem de cortisol (talvez porque os planos de saúde só cubram esta dosagem salivar…) mas:

1 – O cortisol tem estrutura molecular similar a vários outros hormônios, como dehidroepiandrosterona (DHEA), estradiol, estrona, progesterona, testosterona e outros (veja em: https://info.icaro.med.br/colesterol-e-hormonios-qual-e-a-relacao/)

2 – Uma paciente que veio de Portugal me disse que no sistema de saúde, público, de lá (e de vários outros lugares da Europa) a dosagem dos hormônios citados acima é coberta pelo próprio estado.

Por isso, resolvi estudar mais o assunto, algo que sempre faço quando alguma coisa me parece contraditória ou pelo menos “estranha”. E pesquisando na internet, encontrei principalmente estes artigos/links/textos/opiniões que confirmam o que eu já suspeitava: que a dosagem salivar dos hormônios esteroidais (advindos do colesterol) parece mesmo MUITO superior/confiável em relação à sangüínea (até porque bem sabemos que água e óleo não se misturam e que por isso, até por questão de lógica: hormônios com base lipídica não poderiam mesmo “misturar-se” direito ao sangue, cuja base é mais de 90% de água!)

http://translate.googleusercontent.com/translate_c?depth=1&ei=vuGaULuWGZLm8wTK8YFQ&hl=pt-BR&prev=/search%3Fq%3Dsalivary%2Bhormone%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1013%26bih%3D733%26prmd%3Dimvns&rurl=translate.google.com.br&sl=en&u=http://www.clinchem.org/content/54/11/1759.full&usg=ALkJrhg8EufzQlGpm9VgDd2LfHYxyWqCcw

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/3512171

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19789121

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18757583

http://www.umaoutravisao.com.br/artigos/hormonal/equilibrio.html

http://lemoslab.com.br/saliva/inicio_s

https://www.google.com.br/search?q=saliva+melhor+sangue+hormonios&ie=UTF-8&oe=UTF-8&hl=pt&client=safari

Mas é claro que nenhuma formação de opinião coerente pode deixar de ouvir “os opositores” a uma idéia e por isso, busquei conhecer sua “exposição de motivos”, que pode ser bem sintetizada pelo conteúdo destes links:

http://www.aetna.com/cpb/medical/data/600_699/0608.html

http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2012/1999_2012.pdf

Só que há falhas diversas e algumas até grosseiras na “argumentação” de quem continua defendendo o “ortodoxo”, a suposta supremacia da dosagem sangüínea dos hormônios esteroidais:

Sobre o primeiro link:

–       É material produzido por um dos maiores “planos de saúde” dos EUA e para quem conhece um pouquinho da realidade do Sistema de Saúde de lá (com quase 60 milhões de americanos sem sequer terem direito a Saúde), fica fácil imaginar que a “confiabilidade” do que está exposto bem pode estar “modulada” por interesses na redução de custos para o plano e assim aumento de lucros (para entender o que eu disse, sugiro fortemente que você assista o documentário de Michael Moore, Sicko, amplamente disponível na internet: http://www.ensp.fiocruz.br/radis/revista-radis/66/comunicacao_e_saude/)

–       Critica a superioridade da dosagem hormonal na saliva para hormônios esteroidais (em comparação à sangüínea) baseando-se em referências de mais de 5 anos de idade (e se o conhecimento humano dobra a cada 4 anos…) e quando aponta referências mais novas é para discorrer sobre a dosagem salivar do cortisol, que já está bem estabelecida como útil e superior em diversos consensos internacionais e mesmo brasileiros; ou seja: ou está baseada em “artigos” mais antigos que os que defendem a dosagem salivar (embasados) ou só “chove no molhado” sem concluir nada de útil.

Sobre o segundo link:

–       Trata-se de resolução do CFM onde a instituição “proíbe” no Brasil a dosagem salivar de hormônios no contexto do “antienvelhecimento” (curiosamente, até a dosagem do cortisol, já largamente reconhecido como inquestionavelmente útil pela comunidade médica), além de várias outras “proibições”, mas é documento de teor e conseqüências polêmicos e já amplamente questionados em nosso país, de embasamento duvidoso, na minha opinião; leiam:

https://www.facebook.com/italo.rachid/posts/378935205517050

https://www.facebook.com/icaro.aa/posts/242118182581085

http://saude.ig.com.br/minhasaude/2012-10-19/medicos-prometem-ir-a-justica-para-usar-hormonios-contra-o-envelhecimento.html

http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2012/08/entenda-porque-medicina-anti-aging-foi.html

http://www.longevidadesaudavel.com.br/downloads/posicao_oficial_longevidade.pdf

Uma vez exposto tudo isto, para quem leu/analisou criticamente todo o exposto, pergunto: qual é a sua opinião sobre o assunto?

Um abraço e boa reflexão!

Ícaro Alves Alcântara

www.icaro.med.br

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *