Também em SAÚDE: Você colhe o que planta…

Hábitos Saudáveis Saúde

Você colhe o que plantaTem gente que passa anos sem cuidar direito da sua saúde (por vezes décadas) e um dia, finalmente, adoece (lógico que um dia isto ia acontecer, não? A gente colhe o que planta…): aí começa a dizer que “nunca foi de ter nada”, “sempre foi saudável”, “como pôde isto acontecer”…

E há muitos que nestes momentos em que adoece, freqüentemente com vários sintomas e doenças aparecendo quase que simultaneamente, ainda praguejam para os céus algo como “Deus, o que eu fiz pra merecer isto”? Acho que nestas horas Deus ou Jesus têm vontade de “descer” até o sujeito e dizer algo como “vem cá que eu vou te mostrar o que você NÃO fez e por este motivo está enfrentando tudo isto – você recebeu uma máquina perfeita para viver e assim cumprir os mais altos propósitos da sua existência e em troca por este presente eu só te pedi, basicamente, UMA coisa: que cuidasse dela, dando bons materiais para seu funcionamento e manutenção periódica… Você fez isso”?

Some-se a esta reflexão uma outra bem interessante: NUNCA atendi um só paciente sem pelo menos um sintoma, distúrbio ou doença: há muitos que dizem “não sentir nada” mas quando mais detalhadamente investigados sempre têm algo que não vai tão bem assim… É que muitos aprendem a conviver com sintomas e estabelecem uma certa forma de “equilíbrio funcional” com eles, por mais que sua existência (de sintomas) já merecesse, inicialmente, investigação e tratamento das suas causas; neste ponto vale lembrar que distúrbios não costumam “solucionar-se sozinhos” e até ao contrário: sem a devida atenção tendem a agravar-se com o tempo e nem sempre, quando finalmente tornam-se incômodos ou mesmo incapacitantes, ainda há tempo de lidar com sucesso com eles; nunca é tarde demais para começar a se cuidar e melhorar mas muitas vezes pode ser impossível chegar à cura para distúrbios que já tenham levado a danos mais sérios: vale lembrar disto sempre como motivação para melhorar seus hábitos de vida, tornando-os mais saudáveis… A partir de ontem!

Enfim, cuide-se melhor, tendo bons hábitos de vida e terá saúde (ou irá recuperá-lá). Negligencie o mínimo necessário ao bom funcionamento do seu corpo e tenha ou mantenha doenças; e nesta “equação” pouco adianta simplesmente achar que muito dinheiro pode resolver o problema: bons hábitos de vida, saudáveis mesmo, NÃO podem ser comprados prontos em lojas ou serviços de saúde mas sim devem ser aprendidos, adotados e cultivados por cada um. Inexistem remedinhos que substituam bons cuidados para com seu próprio organismo e tratamentos, mesmo os mais caros e complexos, só ajudam seu próprio organismo a restabelecer e manter seu equilíbrio… Simples assim, não?

Leia mais e reflita! Possivelmente “ainda dá tempo” – Depende de VOCÊ:

https://www.icaro.med.br/artigos/a-culpa-pelos-seus-sofrimentos-e-so-do-sistema-de-saude-ou-principalmente-sua.html/

Boa semana

Dr. Ícaro
Www.icaro.med.br

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *