TESTOSTERONA e os benefícios da sua reposição, adequada, quando indicada e bem acompanhada – MITOS que andam disseminando sobre ela e a modulação hormonal em geral

http://www.lef.org/featured-articles/Response-to-Media-Reports-Associating-Testosterone-Treatment-with-Greater-Heart-Attack-Risk.htm?sourcecode=INL303E&utm_source=ConsumerAlert_1108&utm_medium=email&utm_term=ConsumerAlert_1108&utm_content=text_link&utm_campaign=INL303E

O prestigiado JAMA, jornal/revista tido como um dos maiores formadores de opinião em Medicina no mundo, recentemente publicou este estudo, advertindo sobre os males da reposição de testosterona para alguns grupos de homens: http://jama.jamanetwork.com/article.aspx?articleID=1764051

Só que como o estudo é repleto de falhas, a exemplo de ter sido mal conduzido, colocar no mesmo “balaio” testosteronas diferentes (bioidênticas e não-bioidênticas, coisas que sabemos ter estruturas químicas e ações BEM diferentes na prática), ter trabalhado com níveis sub-ótimos de testosterona e ainda não ter considerado o estradiol (sim, parte da testosterona vira estradiol em homens com hábitos de vida ruins e isto é um grande causador de problemas que erroneamente são colocados sobre a testosterona como “culpada” – diga-se de passagem, são raros os estudos com hormônios que levam em consideração os hábitos de vida do paciente, o que é um grande erro), entre várias outras “pequenas falhas”, é algo que deve ser DESCONSIDERADO; várias entidades de peso mundialmente reconhecidas já estão se manifestando sobre isto e destaco este brilhante artigo da Life Extension Foundation para explicar e comprovar tudo isso: http://www.lef.org/featured-articles/Response-to-Media-Reports-Associating-Testosterone-Treatment-with-Greater-Heart-Attack-Risk.htm?sourcecode=INL303E&utm_source=ConsumerAlert_1108&utm_medium=email&utm_term=ConsumerAlert_1108&utm_content=text_link&utm_campaign=INL303E

Mais alguns comentários meus sobre o assunto:

– Já notaram como “misteriosamente” de tempos em tempos surge algum “estudo” tentando “queimar” coisas mais baratas mas efetivas em melhorar a saúde da população? Recentemente vimos tentarem denegrir o Ômega-3, Resveratrol, Chá Verde e até Exercício Físico Regular… Para mim parece claro que a Indústria da Doença está “chateada” porque cada vez mais estratégias aparecem para ajudar você a ter mais saúde, por um custo bem mais baixo que virar dependente-químico-de-remédios-e-tratamentos-caros.

– Vários profissionais de saúde já acreditam automaticamente no que é publicado em alguma “revista grande” como NEJM ou JAMA: cadê o juízo crítico, gente? Até porque nos últimos anos observamos vários exemplos de “bizarrices” entre o que estas revistas têm se permitido noticiar. Indústria da doença? Conflito de interesses? Que cada um analise suas consciências e conhecimento e durma em paz à noite (ou não…).

Boa semana para todos!

Dr. Ícaro Alves Alcântara

*** Entenda melhor a questão hormonal lendo “Hormônios” na “Sala de Artigos” do meu site www.icaro.med.br

Comments

Deixe um Comentário

Enviar

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

pt Portuguese
X
%d blogueiros gostam disto: