Usa ou já usou método ANTICONCEPCIONAL com hormônios? Então sugiro que leia isto:

Desconheço anticoncepcionais com progesterona, sejam eles orais, em DIU (p.ex. Mirena) ou anéis (p.ex. NuvaRing) – todos eles são com progestinas; quer saber as diferenças para a sua saúde entre o uso de progesterona ou de progestinas? Então leia estes links atentamente, e forme sua própria opinião sobre a questão:

(Parte 1) – Entenda seu ciclo e para que você precisa de hormônios por toda a vida:

http://www.afh.bio.br/reprod/reprod3.asp

http://www.ecologiacelular.com.br/content/o_equilibrio_hormonal_antes_e_depois_da_menopausa

(Parte 2) – Entenda o que acontece quando você “mexe” com o equilíbrio hormonal do seu organismo (como e por que isto ocorre):

http://www.novatrh.net/resumo.html

http://www.womentowomen.com/breasthealth/progesteronebreastcancer.aspx

http://www.icaro.med.br/para-mulheres-ou-quem-realmente-se-importa-com-elas/

http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/999618-anvisa-alerta-sobre-anticoncepcional-com-hormonio-drospirenona.shtml

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/02/anvisa-pede-atencao-no-uso-do-anticoncepcional-diane-35-e-genericos.html

http://www.icaro.med.br/para-mulheres-ou-quem-realmente-se-importa-com-elas/

Por que estou postando isto? Hoje uma paciente me mandou email com várias dúvidas sobre anticoncepcionais e uma das frases me motivou a este post, em especial:

… “a minha médica me disse que o Elani é de progesterona”…

Sobre este comentário, creio ter que informar que (antes de continuar, por favor LEIA o conteúdo dos links acima ou pode não entender direito o que vou tentar explicar – o texto total é longo MAS duvido se não vai te interessar e tirar MUITAS dúvidas):

1 – Segundo a bula do Elani, sua composição é drospirenona + etinilestradiol, ou seja, se drospirenona fosse progesterona, possivelmente estaria escrito assim, não? Aliás, se progestina fosse progesterona, provavelmente não haveria este outro nome para ela ou necessidade deste, não acham?

2 –  Olhe as 2 moléculas e me diga se são iguais: porque se não forem, como esperar que o organismo humano interprete-as como tal e assim determine efeitos iguais de ambas?

http://en.wikipedia.org/wiki/Drospirenone

http://pt.wikipedia.org/wiki/Progesterona

3 – Será que não existe anticoncepcional com  progesterona, de verdade, porque como qualquer organismo humano consegue produzi-la a molécula não poderia ser patenteada e, por isso, precisariam “mudá-la um pouco” para poder patenteá-la como nova molécula e assim lucrar com sua venda (mas aí dizendo que seria esta progestina “a mesma coisa” que progesterona, para não prejudicar as vendas)?

4 – Sim, muitas bulas e informações na internet e prestadas pela indústria farmacêutica levam médicos e pacientes a achar que progestinas e progesterona são “a mesma coisa”  ou que as pequenas diferenças entre as moléculas não causem efeitos deletérios ao organismo mas leia os links acima e perceba: moléculas diferentes, por minimamente diferentes que sejam, causam efeitos diferentes no organismo, já que ele sempre percebe diferenças! E de fato, progesterona tem efeitos gerais protetores, até equilibrando os efeitos dos potentes estrogênios (que as mulheres produzem em grande quantidade ao longo de uma vida normal) MAS as progestinas são cada vez mais implicadas, em centenas de estudos, com efeitos até opostos à progesterona (mais uma vez, leia o conteúdo dos links acima, se ainda não o fez).

Quer um exemplo disto? Mais uma vez usando a drospirenona (mas ressaltando que este raciocínio vale para TODAS as progestinas): se ela é uma progestina MAS toda progestina “é a mesma coisa” que progesterona (ou age “igual”), como explicar o alerta da ANVISA (http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/998472-estudo-aponta-que-anticoncepcionais-aumentam-risco-de-trombose.shtml) de que anticoncepcionais com drospirenona aumentam o risco de trombose se a progesterona (de verdade, por exemplo produzida pelo corpo e mesmo a bioidêntica, molecularmente idêntica à que produzimos, em doses adequadas) melhora a circulação sangüínea (em boa parte por efeito “anticoagulante”)? Se progesterona e progestina têm efeitos diferentes, até mesmo alguns antagônicos, só podem ser substâncias diferentes, não? Se progestina fosse o mesmo que progesterona, portanto, COMO explicar esta discrepância?

5 – Desconheço qualquer texto científico que seja, atual e bem embasado, que diga categoricamente que progesterona e progestinas são a mesma coisa ou que têm totalmente os mesmos efeitos. Se alguém conhecer algum por favor me envie MAS acho muito improvável que isto exista até porque, como já provei acima, são substâncias com estruturas químicas diferentes e bem sabemos que estas diferenças necessariamente causam diferenças no jeito como nosso organismo as interpreta, que vão refletir nos efeitos provocados.

Resumindo, ante todo o exposto:

DESCONHEÇO anticoncepcionais com progesterona, sejam eles orais, em DIU (p.ex. Mirena) ou anéis (p.ex. NuvaRing) – todos eles são com progestinas; e qual o impacto disto na sua saúde? Quanto mais tempo você usá-los, maiores as conseqüências sobre o seu organismo da carência de progesterona (conforme já extensamente demonstrada e discutida nos links citados), levando a uma grande gama de sintomas possíveis e mesmo a sintomas de climatério-não-compensado (“menopausa”), bem antes que ela ocorra “naturalmente”.

Entendido?

Um abraço e boa semana!

Dr. Ícaro Alves Alcântara

www.icaro.med.br

* A idéia deste texto é esclarecer sobre o assunto, de forma bem fundamentada e explicativa; sugestões de melhoria e criticas construtivas são sempre bem vindas!

Comments

Mostrando 10 comentários
  • Avatar
    Anna Caril
    Responder

    Olá!! Concordo com tudo o que foi exposto . Agora só não entendo por que isso não consegue ser aceito pelo CFM?!!!! Pq os hormônios bioidenticos sao tão malvistos, sendo que há como comprovar sua eficácia.

    Anna Carolina

    • dr.icaro
      dr.icaro
      Responder

      Olá Anna

      Fazemos a mesma pergunta: porque não aceitam as milhares de evidências…

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    tiago
    Responder

    qual seria a alternativa à anticoncepção???

      • Avatar
        Yuri Vasconcelos
        Responder

        Oi, tenho lido dos males dos anticoncepcionais e fiquei impresisonado o que fazem com o tempo.
        Vi então o QLAIRA e imeaginei que seria a ”salvação”
        Até desocbrir que é ” parcialmente bioidentico”.
        Muito obrigado pelas suas explicações – estou achando um absurdo esses anticoncepcionais.

        Voce ofereceu como opção saudavel então o DIU de COBRE.
        Teria mais outras opções?
        Obg.

  • Avatar
    Carlos Silva
    Responder

    Boa tarde Dr. Ícaro

    Antes de mais nada quero parabenizá-lo pelo trabalho e pelo médico que é, sempre muito firme e correto nos textos que li.

    Minha dúvida é: minha mãe, que tem 53 anos, foi diagnosticada com adenomiose. Ela não sente muita dor ou cólica, diz ela que apenas uma leve queimação. A ginecologista dela receitou 1 comprimido por dia de desogestrel 75, nactali ou cerazette, uso contínuo, e o objetivo seria para diminuir as mestruações e diminuir a adenomiose. (Diz a médica que tratou uma paciente com o mesmo problema e em 6 meses ja diminuiu o problema).

    Ja vi o senhor, o Dr. Lair Ribeiro e outros médicos comentando dos riscos e efeitos colaterais da pílula anticoncepcional e estou com receio de permitir ela tomar. Então pergunto ao senhor: Por um período, talvez por 6-12 meses, ela deveria tomar? Ou não?

    O senhor teria uma alternativa bioidêntica para o tratamento dela? O Qlaira, como o senhor disse, sendo “parcialmente bioidêntico” seria uma alternativa menos pior?

    Sei que não pode fazer consultas a distância, mas qual sua opinião sobre isso?

    Obrigado
    Carlos

    • Dr. Ícaro Alves
      Dr. Ícaro Alves
      Responder

      Olá

      Obrigado pelas palavras de apoio ao meu trabalho.

      Realmente não posso opinar sem conhecer o caso. Desculpe.

      Mas reitero o que já disse nos artigos sobre hormônios neste site: não recomendo o uso de não-bioidênticos, em geral.

      Boa semana

      Ícaro

  • Avatar
    Mônica
    Responder

    Boa tarde,

    Dr Ícaro, gostaria de saber se existe algum contraceptivo com hormônios bioidenticos ou se é possível manipula-los. Caso não, a mulher que toma anticoncepcional tem de fazer reposição hormonal (progesterona)?

    Obrigada

    • Dr. Ícaro Alves
      Dr. Ícaro Alves
      Responder

      Olá

      SÓ com hormônios bioidênticos, desconheço. Caso a mulher opte por continuar com anticoncepcionais, acredito que o ideal seria, sim, compensar aos distúrbios hormonais ocasionados por isso.

      Boa semana

pingbacks / trackbacks

Deixe um Comentário

Enviar

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

pt Portuguese
X
%d blogueiros gostam disto: