Viver – O que é necessário?

Liga da Saúde Saúde

VIVER – O QUE É NECESSÁRIO

“… seu organismo tem o potencial de ajudar no tratamento de todas as doenças (em algumas, até melhorar ou curar-se sozinho) mas para isso ele precisa do SEU apoio: dando a ele condições de manter e recuperar seu equilíbrio”.

Um dos grandes objetivos da vida é sentir-se bem, ou seja, ter e manter BEM-ESTAR: uns alcançam isto ajudando o próximo, outros ganhando dinheiro (ou gastando este), alguns perdendo gordura corporal, outros ganhando massa muscular, muitos por melhorarem a aparência e há aqueles que simplesmente gostariam de eliminar algum sintoma para julgarem estar BEM. Fato é que, qualquer que seja a sua motivação, ela necessariamente pressupõe alguma atitude, alguma ação, que nunca será possível se você não tem SAÚDE para executá-la e assim correr atrás dos seus objetivos. Ou seja, se não existe bem-estar sem saúde, quem deixa de cuidar desta está cometendo o absurdo de prejudicar a si mesmo e seu próprio caminho para o sucesso!
Mas como ter SAÚDE nos dias de hoje, se estamos submetidos constantemente a tantos fatores agressores, como stress, poluição, patógenos (por exemplo, vírus e bactérias) e “fatalidades” em geral? Sobre isto, acredite: seu organismo tem o potencial de ajudar no tratamento de todas as doenças (em algumas, até melhorar ou curar-se sozinho) mas para isso ele precisa do SEU apoio: dando a ele condições de manter e recuperar seu equilíbrio.
Só que estas condições só você pode fornecer, através da adoção e manutenção de hábitos saudáveis de vida: são eles que permitem ao seu corpo e mente fortalecer-se para combater as doenças agindo nas suas causas, assim eliminando ou melhorando sintomas de forma natural mas duradoura e efetiva. Medicamentos e suplementos são importantes? É claro que sim, mas como auxiliares e não como os fatores principais para a sua recuperação: quem confia sua saúde exclusivamente a “remédios” e não faz a sua parte em benefício do seu próprio organismo, na maioria das vezes termina a vida tomando vários e sem nunca ter de fato experimentado real bem-estar.
Então, quais são estes Hábitos Saudáveis de Vida?

1 – Beba água de 1 em 1 hora

A maior parte do corpo é constituída por água, ou seja, na falta dela, TUDO fica prejudicado e funciona pior. Água deve ser ingerida várias vezes por dia, pelo menos 3 litros/dia (para um adulto). A falta de água está envolvida em praticamente todas as doenças e sintomas, desde obesidade e dores de cabeça até pressão alta, inflamações e doenças circulatórias em geral.

 

2 – Alimente-se de 3 em 3 horas

Os alimentos trazem energia e “matéria-prima” para nosso organismo reconstruir-se. Por isso, ele precisa receber estes nutrientes, em variada qualidade (e sem excessos por vez) no máximo de 3 em 3h. Quem passa muito tempo sem comer funciona como um carro com problemas de combustível: simplesmente não anda direito. Saiba mais clicando aqui.

 

3 – Coma fibras pelo menos 2x/dia

Folhas verdes, frutas, cereais, “granolas”, brotos, cogumelos e similares são ricos em fibras, que devem ser consumidas entre 25 e 35 gramas/dia (todos os dias). Por que são importantes? Porque ajudam a “limpar” nosso organismo por dentro e nenhum intestino funciona direito sem elas.

 

4 – Pratique exercícios pelo menos 3x/semana, por mais de 30 minutos por vez

O exercício físico regular (caminhadas, ginástica, pedalar, etc) melhora a circulação do sangue, o que ajuda o coração na sua função e evita as piores conseqüências dos “entupimentos” de veias e artérias: aumento de pressão, tromboses, embolias, infartos e “derrames”. Também ajuda a respirar melhor e ganhar mais músculos, necessários a uma “melhor idade” mais saudável. Só observe que é mais seguro buscar avaliação médica antes de iniciar uma atividade física.

 

5 – Cuide do seu sono

É durante o sono que seu corpo e sua mente recuperam-se do dia que passou e preparam-se para enfrentar o próximo, fixando memórias, repondo nutrientes, selecionando o que é necessário e o que precisa ser eliminado, etc. Quem não dorme direito, portanto, está adoecendo aos poucos. Prefira dormir no escuro, em ambiente tranqüilo, horas suficientes, com bom colchão e travesseiros, etc.

 

6 – Respire direito

A vida rápida e estressante de hoje em dia tem feito com que respiremos cada vez mais superficialmente e isso prejudica o fornecimento de oxigênio para o nosso organismo; e este gás é fundamental para o bom funcionamento de corpo e mente. Lembre-se sempre que temos 3 “combustíveis” para funcionar: o ar que respiramos, a comida que comemos e a água que bebemos; problemas com qualquer um deles fará com que adoeçamos.

 

7 – Reduza seu stress

O stress é uma das maiores causas de doença dos “tempos modernos”. Para combatê-lo, 4 dicas básicas: 1 – Planeje-se e seja menos “pego desprevenido” pelos imprevistos; 2 – Foque sua energia na ação para resolver problemas e não em ficar remoendo os problemas em si; 3 – Evite fazer “tempestade em copo d’água”, já que isto consome sua energia e pouco resolve; 4 – Mantenha atividades regulares de lazer (enfim, “desligue-se” periodicamente); afinal até uma máquina tem que ser desligada periodicamente para “esfriar”, não?

 

8 – Mantenha postura positiva e pró-ativa

O pensamento negativo prejudica o funcionamento de vários sistemas do corpo; o positivo, ao contrário, ajuda.

 

9 – Consulte regularmente os profissionais de saúde adequados e necessários, seguindo suas orientações

A consulta regular permite identificar e tratar distúrbios em sua fase inicial, bem como receber orientações sobre prevenção e tratamentos. Afinal, mesmo quem se cuida, por vezes, adoece. Fundamental, também, é seguir os tratamentos exatamente como os profissionais prescreveram, para que tenham maior chance de alcançar os efeitos desejados.

 

10 – Evite cometer excessos e intoxicar-se

O excesso de qualquer coisa SEMPRE faz mal e pode até intoxicar o organismo. Por isso, excessos devem ser ocasionais e são melhor tolerados (fazem menos mal) pelo organismo que é bem cuidado no seu dia-a-dia. Por exemplo, mais que 2 xícaras de café expresso por dia podem causar muitos sintomas, como: aumento da pressão sangüínea, gastrite, má absorção do cálcio, mau funcionamento intestinal, etc. Ademais, fumaças (de qualquer espécie, do cigarro à poluição), agrotóxicos, luz solar excessiva (e/ou nos horários errados), drogas e afins envenenam o organismo e sobrecarregam os sistemas de desintoxicação, assim causando, mantendo e/ou piorando sinais, sintomas e doenças. Você já produz toxinas só por estar vivo… Precisa deixar entrar mais ainda no seu corpo e mente?

 

11 – Exponha-se mais ao “BOM Sol”

Mais da metade da humanidade tem carência de vitamina D (que na verdade é um hormônio que afeta mais de 220 processos no organismo!) e a principal fonte dela é a conversão do nosso colesterol, na pele, pela exposição à luz solar. Por isso, pelo menos 3 vezes por semana, é aconselhável (salvo se houver orientação médica contrária) expor-se ao Sol nos bons horários por 20 a 30 minutos (antes de 09:30h e após 16:30h) para que seu organismo fabrique a vitamina D, que ajuda a controlar a pressão, melhorar a imunidade e fixar o cálcio onde é necessário (por exemplo nos ossos), entre vários outros efeitos benéficos.

 

Se você promover o máximo possível destes hábitos em sua vida diária, terá mais Saúde e um organismo mais capaz de responder aos tantos fatores de desequilíbrio a que estamos expostos diariamente. Resultado? Menos doenças e bem mais Qualidade de Vida e Bem-Estar, fatores que levam a maior produtividade, capacidade, longevidade e, por tudo isso, bem maiores chances de SUCESSO!

 

Vale ressaltar que NINGUÉM aqui está falando em 8 ou 80: que ou você tem todos os 11 hábitos saudáveis OK de uma vez ou nada adiantará! Quanto mais deles você adotar e manter, no melhor que puder fazer de acordo com seu real esforço e condições pessoais, maior e melhor efeito benéfico sobre a sua Saúde irá obter, cumulativo. Mas é claro que cada um tem seu ritmo para implementar mudanças… O importante, entretanto, é realmente colocá-las em prática, mesmo que gradativamente.

 

Se você promover o máximo possível destes hábitos em sua vida diária, terá mais Saúde e um organismo mais capaz de responder aos tantos fatores de desequilíbrio a que estamos expostos diariamente. Resultado? Menos doenças e bem mais Qualidade de Vida e Bem-Estar.
Procure informar-se melhor sobre o assunto (por exemplo aqui no blog da Liga e nos sites dos seus membros). Afinal, lembre-se que toda energia e tempo que você deixa de investir para ter e manter saúde tornam você cada vez menos apto para alcançar seus objetivos na vida, quaisquer que sejam eles. E tenho certeza que, em um mundo onde produtividade é cada vez mais cobrada, ninguém quer isso para si.

Pense nisso e SAÚDE para você!

Ícaro Alves Alcântara

 

Seção atualizada em Janeiro/13