Dosagem de hormônios na saliva – Tire suas próprias conclusões

Coleta salivaMais uma vez, meu intuito com este artigo é apenas que você, leitor, forme sua própria opinião MAS com o devido embasamento, ou seja, após analisar criticamente informações “de ambos os lados” envolvidos na questão; o que você decidir, é direito SEU já que vai impactar mesmo é na SUA saúde!

Já há algum tempo percebi que no Brasil a grande maioria dos laboratórios realiza na saliva somente a dosagem de cortisol (talvez porque os planos de saúde só cubram esta dosagem salivar…) mas:

1 – O cortisol tem estrutura molecular similar a vários outros hormônios, como dehidroepiandrosterona (DHEA), estradiol, estrona, progesterona, testosterona e outros (veja em: https://www.icaro.med.br/colesterol-e-hormonios-qual-e-a-relacao/)

2 – Uma paciente que veio de Portugal me disse que no sistema de saúde, público, de lá (e de vários outros lugares da Europa) a dosagem dos hormônios citados acima é coberta pelo próprio estado.

Por isso, resolvi estudar mais o assunto, algo que sempre faço quando alguma coisa me parece contraditória ou pelo menos “estranha”. E pesquisando na internet, encontrei principalmente estes artigos/links/textos/opiniões que confirmam o que eu já suspeitava: que a dosagem salivar dos hormônios esteroidais (advindos do colesterol) parece mesmo MUITO superior/confiável em relação à sangüínea (até porque bem sabemos que água e óleo não se misturam e que por isso, até por questão de lógica: hormônios com base lipídica não poderiam mesmo “misturar-se” direito ao sangue, cuja base é mais de 90% de água!)

http://translate.googleusercontent.com/translate_c?depth=1&ei=vuGaULuWGZLm8wTK8YFQ&hl=pt-BR&prev=/search%3Fq%3Dsalivary%2Bhormone%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1013%26bih%3D733%26prmd%3Dimvns&rurl=translate.google.com.br&sl=en&u=http://www.clinchem.org/content/54/11/1759.full&usg=ALkJrhg8EufzQlGpm9VgDd2LfHYxyWqCcw

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/3512171

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19789121

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18757583

http://www.umaoutravisao.com.br/artigos/hormonal/equilibrio.html

http://lemoslab.com.br/saliva/inicio_s

https://www.google.com.br/search?q=saliva+melhor+sangue+hormonios&ie=UTF-8&oe=UTF-8&hl=pt&client=safari

Mas é claro que nenhuma formação de opinião coerente pode deixar de ouvir “os opositores” a uma idéia e por isso, busquei conhecer sua “exposição de motivos”, que pode ser bem sintetizada pelo conteúdo destes links:

http://www.aetna.com/cpb/medical/data/600_699/0608.html

http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2012/1999_2012.pdf

Só que há falhas diversas e algumas até grosseiras na “argumentação” de quem continua defendendo o “ortodoxo”, a suposta supremacia da dosagem sangüínea dos hormônios esteroidais:

Sobre o primeiro link:

–       É material produzido por um dos maiores “planos de saúde” dos EUA e para quem conhece um pouquinho da realidade do Sistema de Saúde de lá (com quase 60 milhões de americanos sem sequer terem direito a Saúde), fica fácil imaginar que a “confiabilidade” do que está exposto bem pode estar “modulada” por interesses na redução de custos para o plano e assim aumento de lucros (para entender o que eu disse, sugiro fortemente que você assista o documentário de Michael Moore, Sicko, amplamente disponível na internet: http://www.ensp.fiocruz.br/radis/revista-radis/66/comunicacao_e_saude/)

–       Critica a superioridade da dosagem hormonal na saliva para hormônios esteroidais (em comparação à sangüínea) baseando-se em referências de mais de 5 anos de idade (e se o conhecimento humano dobra a cada 4 anos…) e quando aponta referências mais novas é para discorrer sobre a dosagem salivar do cortisol, que já está bem estabelecida como útil e superior em diversos consensos internacionais e mesmo brasileiros; ou seja: ou está baseada em “artigos” mais antigos que os que defendem a dosagem salivar (embasados) ou só “chove no molhado” sem concluir nada de útil.

Sobre o segundo link:

–       Trata-se de resolução do CFM onde a instituição “proíbe” no Brasil a dosagem salivar de hormônios no contexto do “antienvelhecimento” (curiosamente, até a dosagem do cortisol, já largamente reconhecido como inquestionavelmente útil pela comunidade médica), além de várias outras “proibições”, mas é documento de teor e conseqüências polêmicos e já amplamente questionados em nosso país, de embasamento duvidoso, na minha opinião; leiam:

https://www.facebook.com/italo.rachid/posts/378935205517050

https://www.facebook.com/icaro.aa/posts/242118182581085

http://saude.ig.com.br/minhasaude/2012-10-19/medicos-prometem-ir-a-justica-para-usar-hormonios-contra-o-envelhecimento.html

http://www.blogdodrvictorsorrentino.com/2012/08/entenda-porque-medicina-anti-aging-foi.html

http://www.longevidadesaudavel.com.br/downloads/posicao_oficial_longevidade.pdf

Uma vez exposto tudo isto, para quem leu/analisou criticamente todo o exposto, pergunto: qual é a sua opinião sobre o assunto?

Um abraço e boa reflexão!

Ícaro Alves Alcântara

www.icaro.med.br

Comments

Deixe um Comentário

Enviar

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar